Responsive Image

Breadcrumb

Navigation Menu

Inovação

Investigação e Inovação

O Ministério da Agricultura tem uma forte presença no ecossistema de investigação e inovação português, através do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária I.P. (INIAV).

 

O INIAV desenvolve atividade de investigação, inovação, experimentação, transferência de conhecimento e tecnologia nas áreas da agricultura e alimentação, florestas, ambiente e recursos naturais, bem como no desenvolvimento do território, em particular dos meios rurais. Tem o estatuto de Laboratório de Estado e integra os Laboratórios Nacionais de Referência de Saúde Animal, Sanidade Vegetal, Segurança Alimentar, sendo também referência para os fertilizantes, dispondo de um amplo leque de serviços laboratoriais de apoio à produção agrícola, pecuária e florestal, bem como à indústria e áreas conexas no domínio dos sistemas alimentares.

 

As equipas do INIAV estão organizadas por Cadeias de Valor nomeadamente: Cereais (Trigo, Milho e Arroz), Fruticultura, Horticultura, Leguminosas, Produção Animal, Viticultura e Enologia, Pastagens e Forragens, Olivicultura e Azeite e Florestas. Por outro lado existem outras equipas transversais às cadeias de valor de que são exemplos o Ambiente e Recursos Naturais, interface com a Indústria, Genómica, Agricultura 4.0, Agricultura Circular, entre outras.

 

Este Instituto assume ainda grande centralidade no domínio dos Recursos Genéticos Nacionais, quer no âmbito da conservação, quer no âmbito da utilização, de onde se destaca a colocação de novas variedades de plantas no mercado nacional e internacional.

O Governo de Portugal lançou recentemente uma agenda estratégica para a inovação na agricultura e alimentação, para os próximos 10 anos denominada “Terra Futura”, beneficiando do apoio de diversos fundos Comunitários. Esta Agenda de Inovação está organizada em 15 iniciativas principais destacando-se uma das mais relevantes, a “Rede de Inovação” composta por 24 Polos de Inovação distribuídos pelo país com o objetivo de aproximar a investigação e a inovação à indústria e aos agricultores e à resolução dos seus problemas técnicos, promovendo a modernização, a digitalização, a competitividade e a sustentabilidade desses setores.

 

O reforço do ecossistema nacional de inovação assume hoje grande centralidade e relevância na preparação de Portugal para as alterações climáticas, transição energética, digitalização, ocupação equilibrada do território, assim como em todas as dimensões da sustentabilidade.

 

 

Mais informação no Portal do INIAV,I.P.

 

Last update: 03 Setembro 2021 18:03

Navigation Menu

Título Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Asset Publisher