Vinho- Exportação

Exportações do vinho com crescimento assinalável no primeiro semestre do ano

Published in: 12 August 2021 | Comunicação

As exportações dos vinhos portugueses tiveram, no 1.º semestre de 2021, um comportamento muito positivo, registando um assinalável acréscimo, tanto em valor como em quantidade, quando comparado com o período homólogo de 2020: mais 14,5% em volume, mais 19,3% em valor e mais 4,2% no preço médio.

Este crescimento resulta do bom desempenho do setor no mercado comunitário, mas também nas exportações para países terceiros:

  • Para o mercado comunitário, as exportações apresentaram um crescimento em volume (+14,6%), em valor (+19%) e preço médio (+3,8%).
  • Para os países terceiros, as expedições apresentaram um crescimento em volume (+14,4%), em valor (+19,6%) e preço médio (+4,6%).

O 1.º semestre encerra, assim, com as exportações de vinho nacional a totalizarem a 435 586 milhões de euros, mais 70 536 milhões de euros do que no ano passado, revelando uma maior valorização do produto português (+4,2% em média).

Para este resultado, a contribuição mais significativa foi registada nos mercados de França, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Alemanha, que estão, assim, no top 5 dos mercados mais importantes. 

 

Exportações alimentares

 

Salienta-se ainda que, apesar dos efeitos provocados pela pandemia de Covid-19, as exportações do setor agroalimentar mantiveram um comportamento positivo ao longo do 1.º semestre de 2021. Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o complexo agroalimentar terminou o semestre a crescer 8,4% nas exportações face ao período homólogo de 2020. 

No que respeita aos dados do complexo agroalimentar por tipo de produto – ao longo do 1.º semestre, quando comparado com o mesmo período de 2020 -, verifica-se que as exportações de Plantas vivas e produtos de floricultura (51,5%), de Animais vivos (51,3%) e de Carnes, miudezas, comestíveis (27,4%) foram alguns dos grupos de produtos que mais cresceram em percentagem. 

Para a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, «este é mais um sinal da resiliência e capacidade de adaptação do setor à situação de grave crise sanitária que ainda atravessamos. O Ministério da Agricultura esteve sempre ao lado dos produtores e das empresas, com as medidas necessárias para garantir previsibilidade e estabilidade neste período de maior incerteza».

últimos meses, o Ministério da Agricultura anunciou a inclusão do setor do vinho na medida de apoio temporário excecional aos agricultores e às PME, particularmente afetados pela crise da Covid-19, no valor de 8 milhões de euros, o apoio ao investimento orientado para o aumento da capacidade de armazenamento de vinho, a abertura, ao setor do vinho, de candidaturas à medida «3.3.1 – Investimento, transformação e comercialização de produtos agrícolas» e a abertura de candidaturas à destilação de crise, no valor de 10 milhões de euros.

Last update: 28 Setembro 2021 15:59